Press Release - Lojas Americanas

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 2T17 e 1S17 RECEITA LÍQUIDA CONSOLIDADA DE R$ 7,7 BILHÕES NO 1S17 EBITDA CONSOLIDADO DE R$ 1,1 BILHÃO & MARGEM EBITDA DE 14,...
7 downloads 60 Views 1MB Size

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 2T17 e 1S17

RECEITA LÍQUIDA CONSOLIDADA DE R$ 7,7 BILHÕES NO 1S17 EBITDA CONSOLIDADO DE R$ 1,1 BILHÃO & MARGEM EBITDA DE 14,6% (+0,4 p.p.) Rio de Janeiro, 10 de agosto de 2017 – Lojas Americanas S.A. [BOVESPA: LAME3 (ordinárias) e LAME4 (preferenciais)], empresa que ocupa posição destacada no ranking das maiores redes de varejo do Brasil. Com 1.145 lojas em 30/06/2017 e presença em todos os estados do Brasil, anuncia hoje os resultados do 2º trimestre de 2017 (2T17) e 1º semestre de 2017 (1S17). As informações contábeis que servem de base para os comentários abaixo estão apresentadas de acordo com os padrões internacionais de relatório financeiro (IFRS), com as normas expedidas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e em Reais (R$). As comparações referem-se ao 2º trimestre de 2016 (2T16) e 1º semestre de 2016 (1S16) .

DESTAQUES FINANCEIROS E OPERACIONAIS Sumário Executivo 1S17 – Comparativo ao 1S16 Receita Líquida Consolidada (R$ MM) CAGR +8,5% 8.074 7.876 7.671 7.023 4.690 4.904

1S11

1S12

5.773

1S13

1S14

1S15

1S16

1S17

Lucro Bruto (R$ MM) e Margem Bruta (%RL) Consolidados CAGR +8,5% 2.027 1.434 1.408

2.211 2.325 2.343

1.681

1S17 4.828,0 1.686,0 34,9% 877,2 18,2% -70,2 -1,5%



 

30,6

28,7

29,1

28,9

27,4

29,5

30,5

1S11

1S12

1S13

1S14

1S15

1S16

1S17

EBITDA Ajustado (R$ MM) e Margem EBITDA Ajustada (%RL) Consolidados



   

Evolução do Número de Lojas

967

1.054

1.145

863 565

1S11

643

1S12

744

1S13

1S14

1S15

1S16

1S17

        

Controladora 1S16 Var. (%) 4.591,9 5,1% 1.604,0 5,1% 34,9% 834,1 5,2% 18,2% 26,6 0,6% -2,1 p.p.

Destaques Financeiros (R$ MM) Receita Líquida Lucro Bruto Margem Bruta (%RL) EBITDA Ajustado Margem EBITDA Ajustada (%RL) Resultado Líquido Margem Líquida (%RL)

1S17 7.671,4 2.342,6 30,5% 1.122,6 14,6% -70,2 -0,9%

Consolidado 1S16 Var. (%) 7.876,1 -2,6% 2.325,4 0,7% 29,5% +1,0 p.p. 1.120,1 0,2% 14,2% +0,4 p.p. 26,6 0,3% -1,2 p.p.

Receita Líquida No 1S17, a receita líquida da controladora foi de R$ 4,8 bilhões, crescimento de 5,1% em relação ao 1S16. No consolidado, a receita líquida foi de R$ 7,7 bilhões, variação de -2,6% em relação ao 1S16; Receita Líquida “Mesmas Lojas” O crescimento da receita líquida no conceito “mesmas lojas” foi de 3,7% no 1S17; Margem Bruta A margem bruta da controladora foi de 34,9% da receita líquida no 1S17, mesmo patamar do 1S16. No consolidado, a margem bruta foi de 30,5% da receita líquida, aumento de 1,0 p.p.; EBITDA Ajustado O EBITDA Ajustado da controladora atingiu R$ 877,2 milhões no 1S17 e a margem EBITDA Ajustada (%RL) foi de 18,2% no 1S17. O EBITDA Ajustado consolidado totalizou R$ 1,1 bilhão no 1S17 e a margem EBITDA Ajustada (%RL) foi de 14,6% no 1S17; Resultado Líquido O resultado líquido consolidado foi de R$ 62,7 milhões no 2T17 e de R$ -70,2 milhões no 1S17; Expansão “85 anos em 5 – Somos Mais Brasil”: Para o período entre 2015 e 2019, planejamos a abertura de 800 novas lojas no Brasil; Para 2017, temos o objetivo de inaugurar 200 novas lojas. Até o momento, inauguramos 34 novas lojas (vs.19 até 11/08/2016) e temos mais 160 novas lojas programadas. Lojas de Conveniência Para 2017, temos o objetivo de inaugurar 10 novas lojas de Conveniência. +AQUI Em junho, atingimos 1,1 milhão de cartões emitidos. B2W DIGITAL A B2W Digital anuncia um GMV Total de R$ 2,8 bilhões, crescimento de 10,1% no 2T17; O Marketplace da B2W segue em rápido desenvolvimento e atingiu R$ 816 milhões de GMV no 2T17 (crescimento de 105%), com participação de 29,6% do GMV total. GMV (Gross Merchandise Volume) – Venda bruta de mercadorias próprias, outras receitas e vendas realizadas nas plataformas de Marketplace da B2W Digital, após devoluções, incluindo impostos. EBITDA Ajustado (LAJIDA) – Lucro operacional antes de juros, impostos, depreciação e amortização, outras receitas/despesas operacionais, equivalência patrimonial e participação minoritária.

1 / 20

COMENTÁRIOS DO DESEMPENHO OPERACIONAL EFEITO PÁSCOA Em 2017, o evento da Páscoa ocorreu no dia 16 de abril, enquanto em 2016 ocorreu no dia 27 de março. Assim sendo, em 2017 as vendas relativas a este importante evento ficaram concentradas no segundo trimestre. GROSS MERCHANDISE VOLUME (GMV) O GMV (Gross Merchandise Volume) apresenta a receita bruta de vendas e serviços consolidada somada às vendas realizadas nas plataformas de Marketplace da B2W Digital e por consequência no resultado consolidado de Lojas Americanas. No 1S17, o GMV consolidado alcançou R$ 10,5 bilhões, crescimento de 4,2% em relação aos R$ 10,1 bilhões registrados no 1S16. RECEITA BRUTA No 1S17, a receita bruta da controladora foi de R$ 5,6 bilhões, crescimento de 3,9% em relação ao 1S16. No consolidado, a receita bruta foi de R$ 9,1 bilhões, variação de -3,6% em relação ao 1S16. Nesse período, o crescimento da receita bruta no conceito “mesmas lojas” foi de 2,4% em relação ao primeiro semestre de 2016.

2 / 20

RECEITA LÍQUIDA No 1S17, a receita líquida da controladora foi de R$ 4,8 bilhões, crescimento de 5,1% em relação ao 1S16. No consolidado, a receita líquida foi de R$ 7,7 bilhões, variação de -2,6% em relação ao 1S16. Nesse período, o crescimento da receita líquida no conceito “mesmas lojas” foi de 3,7% em relação ao primeiro semestre de 2016.

LUCRO BRUTO E MARGEM BRUTA No 1S17, a margem bruta da controladora foi equivalente a 34,9% da receita líquida (RL), mesmo patamar do 1S16. Na visão consolidada, a margem bruta no 1S17 foi de 30,5% da RL, expansão de 1,0 p.p. em relação à margem bruta de 29,5% obtida no 1S16. A constante evolução da margem bruta é reflexo da eficiência operacional das lojas e da maturação dos diversos projetos implementados pela Companhia, tais como: Supply Chain, Marcas Próprias, Promotora +AQUI e Pricing.

3 / 20

DESPESAS COM VENDAS, GERAIS E ADMINISTRATIVAS No 1S17, as despesas com vendas, gerais e administrativas da controladora totalizaram R$ 808,8 milhões, 16,8% da RL. Na visão consolidada, a soma foi de R$ 1,2 bilhão, o que corresponde a 15,9% da RL.

EBITDA E MARGEM EBITDA No 1S17, o EBITDA Ajustado da controladora alcançou R$ 877,2 milhões, crescimento de 5,2% atingindo uma margem de 18,2% da RL, mesmo patamar do ano anterior. No consolidado, o EBITDA Ajustado alcançou R$ 1,1 bilhão, atingindo margem de 14,6% da RL, aumento de 0,4 p.p. em relação ao 1S16.

EBITDA Ajustado (LAJIDA) – Lucro operacional antes de juros, impostos, depreciação e amortização, outras receitas/despesas operacionais, equivalência patrimonial e participação minoritária.

EBITDA (CVM 527/12) No 1S17, o EBITDA Ajustado da controladora alcançou R$ 877,2 milhões. Conforme instrução CVM 527/12, se excluirmos outras receitas e despesas operacionais e equivalência patrimonial, o EBITDA seria de R$ 691,7 milhões no 1S17, representando 14,3% da RL. Na visão consolidada, o EBITDA Ajustado totalizou R$ 1,12 bilhão no 1S17. Conforme instrução CVM 527/12, se excluirmos outras receitas e despesas operacionais e equivalência patrimonial, o EBITDA seria de R$ 1,09 bilhão no 1S17, representando 14,3% da RL.

4 / 20

VARIAÇÃO DO CAPITAL DE GIRO No 1S17, a variação do capital de giro líquido da controladora foi de R$ 266,9 milhões ante uma variação de R$ 505,6 milhões no mesmo período do ano anterior. Comparando os dois períodos, tivemos uma redução do consumo de capital de giro na ordem de R$ 238,7 milhões. Controladora Capital de Giro - R$ MM Estoques Fornecedores Contas a Receber de Cartão de Crédito Bruto (+/-) Variação do Capital de Giro



1S17

1S16

301,2 (1.018,0) 449,9

(72,2) (1.042,5) 609,1

373,4 24,5 (159,2)

(266,9)

(505,6)

238,7

RESULTADO FINANCEIRO LÍQUIDO A despesa financeira líquida da controladora totalizou R$ 542,4 milhões no 1S17, variação de +15,3% em relação aos R$ 470,4 milhões registrados no 1S16. Na visão consolidada, a despesa financeira líquida foi de R$ 1,0 bilhão no mesmo período, variação de +11,8% em relação aos R$ 916,4 milhões registrados no 1S16. A despesa financeira líquida da controladora totalizou R$ 222,3 milhões no 2T17, variação de -1,8% em relação aos R$ 226,3 milhões registrados no 2T16. Na visão consolidada, a despesa financeira líquida foi de R$ 430,0 milhões no mesmo período, variação de -1,9% em relação aos R$ 438,3 milhões registrados no 2T16. A melhora do resultado financeiro no 2T17 decorre da variação da dívida líquida da Companhia e das recentes reduções do CDI*. Esses efeitos positivos foram impactados pelo menor volume de antecipações de pagamentos a fornecedores que também tiveram suas taxas influenciadas pela redução do CDI*. * CDI - Certificado de depósito interbancário: taxa média das captações no mercado interbancário.

OPERAÇÕES FINANCEIRAS Oferta Pública Restrita de Ações Em reunião do Conselho de Administração da Companhia realizada em 8 de março de 2017, foi aprovada o efetivo aumento de capital da Companhia no montante total de R$ 2,4 bilhões com a distribuição primária de 9.303.562 ações ordinárias e 142.925.334 ações preferenciais. O preço foi fixado em R$ 16,00 por ação preferencial e em R$ 12,71 por ação ordinária. A intenção da Companhia é utilizar os recursos líquidos obtidos com a oferta para (i) expansão da rede de lojas; (ii) capitalização da B2W Digital e; (iii) reforço da estrutura de capital. A liquidação física e financeira das ações ocorreu em 14 de março de 2017.

Aumento de Capital B2W Digital Em Assembléia Geral Extraordinária realizada, pela controlada B2W, em 25 de março de 2017, foi aprovado o aumento do capital social no valor de R$ 1,210 bilhão, mediante a emissão privada de 110 milhões de ações ordinárias nominativas ao preço de R$ 11,00 por ação. A Companhia subscreveu, em 27 de março de 2017, 68.378.509 ações, aportando o montante de R$ 752,2 milhões, que correspondiam a participação proporcional da Companhia no capital social da controlada, na data do aviso aos acionistas do aumento do capital.

5 / 20

11ª Emissão de Debêntures Em 2 de maio de 2017, a Companhia realizou a distribuição pública da 11ª emissão de debêntures simples, em duas séries, em um valor global total de R$ 1,5 bilhão com vencimento final em abril de 2024. Na primeira série incidirão juros remuneratórios correspondentes a 115,00% do CDI* ao ano e sobre a segunda série os juros serão equivalentes a variação do IPCA + 1,70% ao ano. Os recursos captados por meio das debêntures serão utilizados para o alongamento do perfil de endividamento da Companhia, no âmbito da gestão ordinária de seus negócios. 3ª Emissão de Notas Promissórias Em 29 de junho de 2017, a Companhia realizou a distribuição pública da 3ª emissão de notas promissórias comerciais, em série única, em um valor global total de R$ 900 milhões, com juros remuneratórios equivalentes a 115,30% do CDI* ao ano e vencimento em junho de 2022. Os recursos captados por meio das notas promissórias serão utilizados para o alongamento do perfil de endividamento da Companhia, no âmbito da gestão ordinária de seus negócios. * CDI - Certificado de depósito interbancário: taxa média das captações no mercado interbancário.

AUSÊNCIA DE EXPOSIÇÃO À VARIAÇÃO CAMBIAL A Companhia reafirma seu compromisso com a política conservadora de aplicação do caixa, manifestada pela utilização de instrumentos de hedge, em moedas estrangeiras, e operações de derivativos (swaps). O passivo financeiro e a posição de caixa total da Companhia são integralmente protegidos contra quaisquer oscilações de câmbio por intermédio desses instrumentos financeiros, que anulam o risco cambial transformando o custo da dívida para moeda e taxa de juros locais (em percentual do CDI). No mesmo sentido, vale lembrar que o caixa da Companhia está aplicado nas maiores instituições financeiras do Brasil.

RESULTADO LÍQUIDO No 2T17, o resultado líquido atingiu R$ 62,7 milhões e no 1S17 atingiu R$ -70,2 milhões. A tabela a seguir apresenta as principais variações do EBITDA Ajustado ao resultado líquido: Controladora Conciliação do Resultado Líquido - R$ MM

∆%

2T17

2T16

EBITDA Ajustado

536,6

452,7

877,2

834,1

(+) Depreciação / Amortização (+) Resultado Financeiro Líquido (+) Equivalência (+) Outras Receitas (Despesas) Operacionais* (+) Imposto de Renda e Contribuição Social

(112,4) (222,3) (65,8) (8,5) (64,9)

(82,9) (226,3) (55,9) (5,1) (31,9)

35,6% -1,8% 17,7% 66,7% 103,4%

(201,9) (542,4) (171,0) (14,5) (17,6)

(158,4) (470,4) (117,7) (10,2) (50,8)

62,7

50,6

23,9%

(70,2)

26,6

(=) Resultado Líquido

18,5%

1S17

1S16

∆% 5,2% 27,5% 15,3% 45,3% 42,2% -65,4% -

* Na antiga norm a contábil, cham ado de "resultado não operacional", incluindo despesas com plano de ação.

EBITDA Ajustado (LAJIDA) – Lucro operacional antes de juros, impostos, depreciação e amortização, outras receitas/despesas operacionais, equivalência patrimonial e participação minoritária.

6 / 20

ENDIVIDAMENTO Os empréstimos e debêntures consolidados de curto e longo prazo de Lojas Americanas em 30/06/2017 foram de R$ 15.627,0 milhões. Subtraindo a posição de caixa no valor de R$ 10.209,8 milhões (caixa + aplicações financeiras + contas a receber dos cartões de crédito e débito) do total dos empréstimos, encontramos um endividamento líquido de R$ 5.417,2 milhões. Controladora

R$ milhões Endividamento

Consolidado

30/06/2017

30/06/2016

30/06/2017

30/06/2016

1.009,4 1.450,5 2.459,9 3.306,1 494,9 3.460,6 7.261,7

661,9 359,5 1.021,4 2.316,3 482,6 3.090,4 5.889,3

2.499,5 1.450,5 3.950,0 6.977,5 1.238,8 3.460,6 11.677,0

1.107,7 359,5 1.467,2 5.517,0 957,0 3.090,4 9.564,4

9.721,6

6.910,7

15.627,0

11.031,6

1.388,9 3.529,4 272,6 1.039,0

749,2 856,0 254,4 1.078,7

3.151,1 5.785,1 1.273,6

1.011,2 2.642,4 1.576,1

Disponibilidades Totais (2)

6.229,9

2.938,3

Caixa (Dívida) Líquido (2) - (1)

(3.491,7)

Empréstimos e financiamentos de curto prazo Debêntures de curto prazo Endividamento de Curto Prazo Empréstimos e financiamentos de longo prazo Fundo de Investimento em direitos creditórios (FIDC) Debêntures de longo prazo Endividamento de Longo Prazo Endividamento Bruto (1) Caixas e bancos Aplicações financeiras Aplicações financeiras (BWU)* Contas a receber de cartão de crédito / débito

-

-

(3.972,4)

10.209,8

5.229,7

(5.417,2)

(5.801,9)

Dívida Líquida / EBITDA Ajustado (últimos 12 meses)

1,6

1,9

1,9

2,2

Prazo Médio de Vencimento da Dívida (em dias)

970

901

879

867

*Aplicações financeiras da BWU [NE 12 (i)]

EBITDA Ajustado (LAJIDA) – Lucro operacional antes de juros, impostos, depreciação e amortização, outras receitas/despesas operacionais, equivalência patrimonial e participação minoritária.

Na visão consolidada, a dívida líquida foi de 1,9x o EBITDA acumulado dos últimos 12 meses. O prazo médio de vencimento foi de 879 dias em 30/06/2017 (29 meses). Na controladora, a dívida líquida foi de 1,6x o EBITDA acumulado dos últimos 12 meses. O prazo médio de vencimento da dívida foi de 970 dias em 30/06/2017 (32 meses). Para fazer frente às incertezas e à volatilidade no mercado financeiro, a Lojas Americanas tem como orientação preservar o caixa e alongar o perfil da dívida. Ao longo dos últimos anos, diversas medidas foram tomadas com este objetivo, o que nos permite manter os investimentos no plano de crescimento da Companhia no longo prazo. O “contas a receber” considera os recebíveis de cartão de crédito, líquidos do valor descontado, que possuem liquidez imediata e podem ser considerados como caixa. A composição do “contas a receber” na visão da Lojas Americanas está demonstrada na tabela a seguir: R$ milhões Conciliação Contas a Receber Recebíveis de cartões de crédito bruto Desconto de recebíveis Recebíveis de débitos eletrônicos e cheques Fundo de Investimento em direitos creditórios (FIDC) Contas a Receber de Cartão de Crédito / Débito

Ajuste a valor presente Provisão para créditos de liquidação duvidosa Outras contas a receber Contas a Receber Líquido

Controladora

Consolidado

30/06/2017

30/06/2016

30/06/2017

30/06/2016

994,3 (494,9) 44,7 494,9

1.074,2 (487,2) 9,2 482,6

3.309,2 (2.781,0) 44,7 700,8

2.553,0 (1.943,1) 9,2 957,0

1.039,0

1.078,7

1.273,6

1.576,1

(15,6) (1,0) 5,8

(13,0) (0,5) 7,3

(16,4) (27,8) 139,6

(15,5) (13,9) 157,9

1.028,2

1.072,6

1.369,1

1.704,6

-

7 / 20

VENDAS POR MEIOS DE PAGAMENTOS A abertura das vendas por meios de pagamentos da controladora no 1S17 e no 1S16 pode ser verificada na tabela abaixo: Controladora Meios de Pagamento

1S17

1S16

Var.

À Vista

57%

56%

+1 p.p.

Cartão de Crédito

43%

44%

-1 p.p.

PREMIAÇÕES E RECONHECIMENTOS PREMIAÇÕES E RECONHECIMENTOS A Lojas Americanas investe em ações que aprimorem seus processos de gestão como melhorias no atendimento ao cliente, controle de qualidade dos produtos e serviços, auditoria de fornecedores, operação dos centros de distribuição e otimização de processos internos. Como consequência deste esforço, a Companhia recebeu diversas premiações e reconhecimentos que reforçaram o valor da marca, sua reputação e seu compromisso com os clientes. Entre as premiações e reconhecimentos do primeiro semestre de 2017, os destaques foram: Reputation Pulse

Pelo segundo ano consecutivo, Lojas Americanas foi classificada como a empresa de varejo com melhor reputação, sendo a 1º varejista do ranking brasileiro. Poderosos do Varejo Global 2017 – Deloitte

Estudo da consultoria Deloitte, que identificou as 250 maiores empresas do varejo global. A Lojas Americanas é a única marca brasileira a figurar no ranking internacional. Reponsabilidade Social Corporativa - IBEF

Lojas Americanas recebeu homenagem especial do IBEF por seu trabalho como empresa com Responsabilidade Social Corporativa. O Melhor de São Paulo - Serviços

A Lojas Americanas ficou em 1º lugar na categoria “Lojas de Departamento”. O estudo publicado pela Folha de S. Paulo e organizado pelo Datafolha faz um raio-x dos melhores serviços de São Paulo, analisando mais de 30 categorias. Estudo Varejo Eletro - CVA Solutions

Lojas Americanas ficou em primeiro lugar na categoria “força de marca” do estudo Varejo Eletro 2017, no qual consumidores de todo o país elegem as varejistas conforme os critérios: atratividade de promoções, facilidades de pagamento, custo de frete, horário de atendimento das lojas, variedade de produtos, cortesia no atendimento e tempo na fila. Mídias Sociais Neste semestre chegamos a mais de 1 milhão de seguidores no Instagram da Lojas Americanas. Este é um marco que reflete a nossa crescente presença digital e capacidade em integrar a cultura digital ao nosso modelo de vendas tradicional. Por meio de postagens sobre lançamentos de produtos, dicas e receitas, geramos conteúdo interativo que possibilita ampliar, junto a ferramentas de Big Data e Analytics, nosso conhecimento do consumidor, impulsionando o potencial de vendas da Companhia. O resultado reflete nosso objetivo de estar sempre próximo aos nossos clientes, oferecendo o melhor serviço por meio de uma plataforma de vendas múltipla e complementar.

8 / 20

INVESTIMENTOS INVESTIMENTOS No 1S17, a Lojas Americanas controladora investiu o total de R$ 399,9 milhões. Os investimentos incluem a abertura de novas lojas, a reforma da rede de lojas e atualização tecnológica. O investimento na expansão da nossa rede de lojas é reflexo da aceleração do plano “85 em 5 – SOMOS MAIS BRASIL”, com maior número de lojas inauguradas e em fase de construção.

Investimentos Inaugurações / Obras de Melhoria Tecnologia Operações e outros Total

R$ milhões 350,1 45,5 4,3 399,9

% 88% 11% 1% 100%

EXPANSÃO EXPANSÃO DA REDE DE LOJAS 2015

2019 Com o objetivo de inaugurar 800 novas lojas no período entre 2015 e 2019 em todo o Brasil, a Companhia mantêm o plano de expansão “85 anos em 5 – Somos Mais Brasil”. Acreditamos que, no momento, existe a possibilidade do nosso varejo físico estar presente em um número muito maior de cidades, além das 450 cidades nas quais temos lojas atualmente. Nosso compromisso é atender às necessidades de consumo de nossos clientes, superando expectativas.

A Lojas Americanas reafirma o compromisso em manter o ritmo de crescimento do negócio previsto no Programa “85 anos em 5 – Somos Mais Brasil” com o objetivo de inaugurar 200 novas lojas em 2017. Até o momento inauguramos 34 novas lojas (vs. 19 até 11/08/2016). Já temos 1.156 lojas em operação, além de outras 160 novas lojas ainda programadas para 2017, sendo 51 em fase de construção, 45 com contrato celebrado e 64 lojas em estágio avançado de negociação. A atual fase das negociações indica que estamos no caminho correto para concluir com êxito as inaugurações programadas em 2017. Assim como nos anos anteriores, manteremos a habitual disciplina na aprovação de novos pontos com base nos estudos de viabilidade econômica que consideram diversas premissas macroeconômicas e operacionais, dentre elas: crescimento da população, renda per capita, evolução da economia local, capacidade logística, aluguel e retorno esperado.

SUPPLY CHAIN Durante o primeiro semestre de 2017, a Companhia seguiu evoluindo no desenvolvimento de novas estratégias de suprimento abrangendo toda sua cadeia de abastecimento. Dessa forma, a área de Supply Chain vem contribuindo para o sucesso do plano de expansão da Companhia e o abastecimento das lojas dos modelos Tradicionais e Express. A implantação de novas práticas nos processos de compra e distribuição reduziu os custos logísticos, os níveis de estoques e melhorou o atendimento das lojas garantindo maior presença e variedade de produtos. Nos Centros de Distribuição, a otimização de processos gerou maior eficiência na atividade de separação de itens, enquanto a implantação de novos processos trouxe avanços significativos para a segurança do transporte e abastecimento das lojas.

9 / 20

LOJAS DE CONVENIÊNCIA A Lojas Americanas continua com a sua estratégia de entrada no mercado de lojas de conveniência. No final de 2016, inauguramos a nossa primeira loja do novo formato no Rio de Janeiro, que além do sortimento tradicional e indispensável aos nossos clientes, oferece um mix de produtos voltados para conveniência alimentar com destaque para laticínios, sanduiches, salgados, alimentos pré-preparados e congelados, cafés, cervejas e vinhos. Todos os produtos são cuidadosamente selecionados, levando em consideração análises sobre o perfil de compra e hábitos de consumo da localidade, chegando a sortimentos ideais e adaptáveis a cada região de entrada desta nova frente de negócios. Reiterando o nosso compromisso em estar cada vez mais próximos aos nossos clientes e após o sucesso do nosso primeiro modelo full concept de loja de conveniência, para 2017, vamos inaugurar cerca de 10 unidades no novo modelo. Confiamos no vasto potencial do mercado de conveniência, que alinhado à nossa capacidade de execução e logística, possibilita oportunidades de crescimento e de geração de valor para a Companhia.

10 / 20

PROMOTORA DE PRODUTOS FINANCEIROS E SERVIÇOS: +AQUI A +AQUI é responsável pela gestão e promoção de produtos financeiros e serviços na Lojas Americanas e vem apresentando rápido crescimento e significativa evolução em seu plano estratégico. Com o objetivo de “realizar sonhos e atender as necessidades de consumo das pessoas, disponibilizando crédito, protegendo seu patrimônio e superando as suas expectativas com atendimento de excelência”, a +AQUI está presente em mais de 300 Lojas Americanas em cerca de 140 cidades de 17 estados do país, mais o Distrito Federal. A +AQUI atua em duas verticais estratégicas de produtos e serviços: i) Venda assistida e; ii) Autosserviço. Venda Assistida As lojas com presença da +AQUI contam com um posto de atendimento especializado em produtos financeiros e serviços aderentes ao negócio de varejo, que oferecem cada vez mais benefícios, comodidade e conveniência para todos os clientes. Em 2017, a +AQUI iniciou a oferta de empréstimo pessoal em todos os seus postos de atendimento, disponibilizando mais uma solução de crédito para os clientes. Em junho de 2017, a +AQUI alcançou 1,1 milhão de cartões Lojas Americanas emitidos. As principais vantagens para os clientes que possuem o cartão são: descontos exclusivos e parcelamento diferenciado em diversos departamentos da Lojas Americanas, além de limite de crédito especial para compras parceladas em qualquer estabelecimento. Para a Companhia, as principais vantagens são: recebimento de comissão por cartão emitido, menor custo de tarifas de cartões, aumento da frequência de compra e do tíquete médio. Na frente de Seguros, a carteira de produtos, que conta com Garantia Estendida e seguro contra Roubo ou Furto Qualificado de dispositivos móveis, segue apresentando forte crescimento em função do aumento de conversão de elegíveis e do incremento no tíquete médio. Acreditamos que a ampliação do portfólio de seguros oferecidos na Lojas Americanas e nos postos de atendimento da +AQUI nos permitirá alcançar novos patamares de resultado.

Autosserviço Presente em todas as Lojas Americanas, o portfólio de produtos em formato de autosserviço são uma opção para clientes interessados em produtos financeiros e serviços diversos. Atualmente, o portfólio conta com cartões de crédito pré-pagos, vales-presente, cartões pré-pagos licenciados de conteúdo digital, assistência técnica para instalação de aparelhos de ar condicionado, serviço de instalação de TVs, helpdesk e recarga digital de celulares pré-pagos. No 2T17 adicionamos novos conteúdos à nossa extensa lista de opções para os clientes. Acrescentamos novos cartões pré-pagos do Playkids, UBER, Hotel Urbano – com bônus de 20% –, e Minecraft além de cartões prépagos de utilidade pública como o Zona Azul – somente em São Paulo – e o vale pedágio Sem Parar. Para 2017, a Lojas Americanas segue entusiasmada com as oportunidades que se apresentam com a evolução da +AQUI, que nos permite alcançar novos patamares de resultado.

11 / 20

MARCAS PRÓPRIAS A Lojas Americanas possui 16 marcas próprias, que oferecem produtos de qualidade, a preços justos em todos os departamentos da loja, com destaque para as categorias de alimentos, guloseimas, utilidades domésticas, vestuário, papelaria e brinquedos. No primeiro semestre de 2017, continuamos com a estratégia de expansão das marcas próprias por meio do aumento do portfólio de produtos. Na marca Leven, lançamos snacks de granola, biscoito integral e barras de cereais avulsas. Já na marca D´elicce, além do sucesso na Páscoa, com uma ampla diversidade de ovos, mini ovos e bolos de Páscoa, lançamos variadas opções de gifts de chocolate para o Dia das Mães e Dia dos Namorados.

A marca de vestuário Basic+ também está com uma forte presença na temporada de inverno, com opções de casacos, jaquetas e blusas para adultos, crianças e bebês. Da mesma forma, a marca Home Basics garante presença no inverno com o lançamento de cobertores com opções de tamanho solteiro e casal. Ao todo, nesse primeiro semestre, foram vendidos mais de 6.000 itens das 16 marcas. Estamos prontos para oferecer aos nossos clientes diversas novidades no segundo semestre! SUSTENTABILIDADE Pelo terceiro ano consecutivo, conquistamos a participação na carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da BM&FBOVESPA que estará em vigor por todo ano de 2017. Dessa forma, conseguimos fortalecer o nosso compromisso com o desenvolvimento socioambiental, atrelado ao bom desempenho econômico. Recebemos ainda, também pelo terceiro ano consecutivo, o “Selo Verde – Prêmio Chico Mendes” na categoria “Gestão Socioambiental Responsável. Por meio de uma parceria com a Secretaria de Estado de Educação (Seeduc) e o Senac, a Lojas Americanas idealizou e inaugurou laboratórios de logística e alta tecnologia no Colégio Estadual São João, em Queimados, na Baixada Fluminense do Rio de Janeiro. A inauguração do projeto foi em abril de 2017 e, com isso, os alunos passaram a contar com o curso profissionalizante de técnico em logística integrado ao Ensino Médio. No segundo semestre será inaugurado um laboratório similar em uma escola estadual de Mesquita, no Rio de Janeiro. Em maio de 2017, o projeto Galpão Aplauso, patrocinado por Lojas Americanas, abriu uma nova turma de curso profissionalizante de logística. O projeto atende jovens de baixa renda com idades entre 17 e 29 anos, moradores da Baixada Fluminense e da Zona Oeste do Rio de Janeiro. A parceria já contribuiu com a formação de mais de 300 alunos. Lojas Americanas apoia projetos da Bolsa de Valores Socioambientais (BVSA), operada pelo Instituto BM&FBOVESPA e pela Brazil Foundation. Em 2016, a Companhia concluiu a meta de apoiar 10 projetos da BVSA nos anos de 2015 e 2016. Todos os projetos foram selecionados com base nos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU e beneficiaram mais de 5.000 pessoas em quatro estados do Brasil. A Lojas Americanas patrocina o Projeto Grael, reforçando o apoio ao esporte e ao estilo de vida saudável e incentivando a inclusão, formação e democratização da prática esportiva. Em 2017, foram abertas novas turmas no projeto que atende, por ano, cerca de 400 jovens gratuitamente em cursos de vela e oficinas profissionalizantes no setor náutico. Em 2017, o projeto “Livros nas Praças”, patrocinado por Lojas Americanas, está presente em 10 praças no Rio de Janeiro, incluindo a Praça Mauá, importante ponto turístico da cidade, e no segundo semestre fará visitas especiais ao Instituto Benjamin Constant. O ônibus-biblioteca já impactou cerca de 20.000 pessoas, promovendo acesso gratuito a um acervo variado de obras infantis, infanto-juvenis e adulto. Pelo quarto ano consecutivo, a Lojas Americanas promoveu o circuito de corrida e caminhada “Todo mundo vai” para influenciar clientes, associados e a sociedade civil a praticar exercícios físicos que tragam maior bem-estar e qualidade de vida. Os percursos de 4 km e 8 km reuniram cinco mil pessoas no Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro.

12 / 20

CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A LOJAS AMERICANAS S.A. A Lojas Americanas, uma das principais redes de varejo do Brasil, está presente em todo o território nacional por meio de sua rede multicanal composta por lojas físicas, comércio eletrônico, quiosques, televendas, canal de TV e operação de catálogos. A Companhia opera com dois formatos de loja: o Tradicional e o Express. O primeiro possui em média 1.100 metros quadrados de área de vendas, reposição diária de estoques e sortimento de 60 mil itens. Já o segundo tem em média 400 metros quadrados de área de vendas, logística just-in-time e sortimento de 15 mil itens, selecionados de acordo com as características de cada localidade. O sortimento da Lojas Americanas está em constante evolução, sempre com objetivo de atender às necessidades do cliente, superando as suas expectativas. Em 30/06/2017 as 1.145 lojas – 739 no formato Tradicional e 406 no formato Express – equivalentes a 986,9 mil metros quadrados de área de vendas, estão presentes em 446 cidades em todos os estados do Brasil e são abastecidas por quatro centros de distribuição localizados em Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo. Nossas lojas estão distribuídas da seguinte forma: 54,9% na região Sudeste, 18,8% no Sul/Centro-Oeste e 26,3% no Norte/Nordeste. As ações da LOJAS AMERICANAS S.A. estão listadas na BM&FBOVESPA sob os códigos LAME3 (ordinárias) e LAME4 (preferenciais). Para maiores informações sobre a plataforma múltipla e complementar de vendas da Companhia, clique aqui. SOBRE A B2W DIGITAL A B2W Digital é líder na América Latina e tem como propósito conectar pessoas, negócios, produtos e serviços em uma plataforma digital. A B2W possui as maiores e mais queridas marcas da internet (Americanas.com, Submarino, Shoptime e SouBarato) e uma operação de Marketplace em rápido crescimento. A plataforma construída ao longo dos últimos anos permite que a B2W também ofereça serviços de tecnologia, logística, distribuição, atendimento ao cliente e financiamento ao consumo. A Lojas Americanas é a acionista controladora da B2W DIGITAL, com participação de 62,16%. As ações da Companhia são negociadas por meio do código BTOW3 na BM&FBOVESPA, no segmento Novo Mercado, que possui o mais alto índice de Governança Corporativa do Brasil. Para mais informações sobre a B2W Digital, clique aqui. GOVERNANÇA CORPORATIVA A Lojas Americanas S.A. é listada na Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros (BM&FBOVESPA) desde 1940. A Companhia possui uma base acionária composta por ações ordinárias (LAME3) e ações preferenciais (LAME4). A Companhia conta com um Conselho de Administração formado por sete membros, sendo cinco indicados pelos controladores e dois indicados pelo Conselho de Administração. A Lojas Americanas também conta com um Conselho Fiscal formado por quatro membros, sendo dois indicados pelos controladores e dois indicados pelos acionistas minoritários. MIGRAÇÃO PARA NÍVEL I Conforme proposta da administração divulgada em 02 de agosto de 2017, a Companhia convocou Assembléia Geral Extraordinária para o próximo dia 17 de agosto de 2017 onde irá submeter à aprovação dos acionistas a migração da Companhia ao segmento especial de listagem do Nível 1 de Governança Corporativa. Para acessar as atas com as decisões do Conselho de Administração, clique aqui.

“Queremos sempre mais”

13 / 20

ANEXO I – DEMONSTRAÇÕES DO RESULTADOS CONSOLIDADO Lojas Americanas S.A. Demonstração do Resultado

Consolidado Trimestres findo em 30 de Junho

(em milhões de reais)

2T17

2T16

Gross M erchandise Volume (GMV)

5.551,1

5.021,7

Receita Bruta de Vendas e Serviços

4.819,5

4.671,5

Impostos sobre vendas e serviços Receita Líquida de Vendas e Serviços Custo das mercadorias vendidas e serviços prestados Lucro Bruto Margem Bruta (% RL)

(718,6)

(728,6)

Consolidado Períodos findo em 30 de Junho

Variação

1S17

1S16

Variação

10,5%

10.481,9

10.059,3

4,2%

3,2%

9.058,8

9.400,2

-3,6%

-1,4%

(1.387,4)

(1.524,1)

-9,0%

4.100,9

3.942,9

4,0%

7.671,4

7.876,1

-2,6%

(2.802,3)

(2.708,4)

3,5%

(5.328,8)

(5.550,7)

-4,0%

1.298,6

1.234,5

5,2%

2.342,6

2.325,4

0,7%

31,7%

31,3%

+0,4 p.p.

30,5%

29,5%

+1,0 p.p.

Receitas (Despesas) Operacionais

(819,3)

(775,0)

5,7%

(1.593,9)

(1.505,7)

5,9%

Com vendas

(584,9)

(586,7)

-0,3%

(1.137,6)

(1.125,0)

1,1%

(40,6)

(37,0)

9,7%

(82,4)

(80,3)

2,6%

(193,8)

(151,3)

28,1%

(373,9)

(300,4)

24,5%

479,3

459,5

4,3%

748,7

819,7

-8,7%

(430,0)

(438,3)

-1,9%

(1.024,4)

(916,4)

11,8%

(16,0)

(25,1)

-36,3%

(29,1)

(41,1)

-29,2%

42,4

47,0

-9,8%

109,3

105,9

3,2%

(13,0)

7,5

-

125,3

58,5

114,2%

Resultado Líquido

62,7

50,6

23,9%

(70,2)

26,6

-

Margem Liquida (% RL)

1,5%

1,3%

+0,2 p.p.

-0,9%

0,3%

Gerais e administrativas Depreciação e amortização Resultado Operacional antes do Resultado Financeiro Resultado Financeiro Líquido Outras receitas (despesas) operacionais* Participação minoritária Imposto de renda e contribuição social

EBITDA Ajustado

673,1

610,8

Margem EBITDA Ajustada (% RL)

16,4%

15,5%

10,2% +0,9 p.p.

1.122,6 14,6%

1.120,1 14,2%

-1,2 p.p. 0,2% +0,4 p.p.

* Na antiga norma contábil, chamado de "resultado não operacional".

EBITDA Ajustado (LAJIDA) – Lucro operacional antes de juros, impostos, depreciação e amortização, outras receitas/despesas operacionais, equivalência patrimonial e participação minoritária.

14 / 20

ANEXO II – DEMONSTRAÇÕES DO RESULTADOS CONTROLADORA Lojas Americanas S.A. Demonstração do Resultado

Controladora Trimestres findo em 30 de Junho

Controladora Períodos findo em 30 de Junho

(em milhões de reais)

2T17

2T16

1S17

1S16

Receita Bruta de Vendas e Serviços

3.114,1

2.573,2

5.555,3

5.348,0

Impostos sobre vendas e serviços Receita Líquida de Vendas e Serviços Custo das mercadorias vendidas e serviços prestados

(398,1)

(352,2)

Variação 21,0% 13,0%

2.716,0

2.221,0

22,3%

(1.759,1)

(1.387,3)

26,8%

4.828,0

(756,1) 4.591,9

(3.142,0) (2.987,9)

5,1% 5,2%

833,7

Margem Bruta (% RL)

35,2%

37,5%

-2,3 p.p.

34,9%

34,9%

-

Receitas (Despesas) Operacionais

(532,7)

(463,9)

14,8%

(1.010,7)

(928,3)

8,9%

Com vendas

(397,2)

(359,6)

10,5%

(763,3)

(727,0)

5,0%

(23,1)

(21,4)

7,9%

(45,5)

(42,9)

6,1%

(112,4)

(82,9)

35,6%

(201,9)

(158,4)

27,5%

424,2

369,8

14,7%

675,3

675,7

-0,1%

(222,3)

(226,3)

-1,8%

(542,4)

(470,4)

15,3%

(65,8)

(55,9)

17,7%

(171,0)

(117,7)

45,3%

(8,5)

(5,1)

66,7%

(14,5)

(10,2)

42,2%

(64,9)

(31,9)

103,4%

(17,6)

(50,8)

-65,4%

Resultado Líquido

62,7

50,6

23,9%

(70,2)

26,6

Margem Liquida (% RL)

2,3%

2,3%

-

-1,5%

0,6%

Resultado Operacional antes do Resultado Financeiro Resultado Financeiro Líquido Equivalência patrimonial Outras receitas (despesas) operacionais* Imposto de renda e contribuição social

EBITDA Ajustado

536,6

452,7

Margem EBITDA Ajustada (% RL)

19,8%

20,4%

18,5% -0,6 p.p.

1.604,0

-3,8%

956,9

Depreciação e amortização

1.686,0

3,9%

Lucro Bruto

Gerais e administrativas

14,8%

(727,3)

Variação

877,2

834,1

18,2%

18,2%

5,1%

-2,1 p.p. 5,2% -

* Na antiga norma contábil, chamado de "resultado não operacional".

EBITDA Ajustado (LAJIDA) – Lucro operacional antes de juros, impostos, depreciação e amortização, outras receitas/despesas operacionais, equivalência patrimonial e participação minoritária.

15 / 20

ANEXO II – BALANÇOS PATRIMONIAIS Lojas Americanas S.A. Balanço Patrimonial (Em Milhões de Reais)

Controladora 30/06/2017 31/12/2016

Consolidado 30/06/2017 31/12/2016

ATIVO CIRCULANTE Caixa e equivalentes de caixa

1.388,9

293,2

3.151,1

523,4

Títulos e valores mobiliários

3.529,4

1.992,2

5.785,1

3.838,9

Contas a receber de clientes

1.028,2

1.446,2

1.369,1

2.135,9

Estoques

1.845,3

2.146,5

2.843,3

3.688,1

Impostos a recuperar

320,3

340,6

690,4

787,0

Dividendos a receber

-

4,7

-

-

37,8

24,4

79,5

76,4

Despesas antecipadas Outros circulantes Total do Ativo Circulante

591,7

349,0

1.046,2

631,0

8.741,6

6.596,8

14.964,7

11.680,7

NÃO CIRCULANTE Títulos e valores mobiliários Contas a receber partes relacionadas Contas a receber de acionistas - Plano de subscrição de ações Imposto de renda e contribuição social diferidos

-

23,7

-

159,1

95,7

-

-

50,8

49,8

50,8

49,8 769,4

21,8

39,4

910,9

Depósitos judiciais

281,4

279,0

325,6

314,6

Impostos a recuperar

286,4

297,5

1.394,4

1.364,9

73,6

73,7

Outros não Circulantes

-

-

Investimentos

3.253,3

2.665,1

Imobilizado

2.518,4

2.347,6

3.030,4

2.888,3

Intangível

-

-

381,0

374,9

3.656,9

3.634,6

6.952,2

6.172,7

9.442,6

9.095,3

15.693,8

12.769,5

24.407,3

20.776,0

Fornecedores

1.418,5

2.436,5

2.141,4

4.546,5

Empréstimos e financiamentos

1.009,4

571,0

2.499,5

1.097,1

Debêntures

1.450,5

662,7

1.450,5

662,7

Salários e encargos trabalhistas

53,1

47,4

117,1

113,4

Impostos, taxas e contribuições

49,4

115,8

76,2

184,7

-

116,9

15,4

122,2

Dividendos e participações propostos

12,8

115,0

12,8

115,0

Provisão para contingências

12,0

18,4

12,0

18,4

-

-

16,8

36,2

120,2

252,7

337,2

576,6

4.125,9

4.336,4

6.678,9

7.472,8

Total do Ativo Não Circulante TOTAL DO ATIVO PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO CIRCULANTE

Imposto de renda e contribuição social correntes

Contas a pagar - combinação de negócios Outros circulantes Total do Passivo Circulante PASSIVO NÃO CIRCULANTE Exigível a longo prazo: Contas a pagar partes relacionadas

10,7

76,6

Empréstimos e financiamentos

3.801,1

3.613,3

8.216,4

7.155,3

Debêntures

3.460,6

2.693,4

3.460,6

2.693,4

Impostos, taxas e contribuições

-

-

36,4

Contas a pagar - combinação de negócios Outros não circulantes

-

0,3

0,3

58,0

238,2

254,2

-

-

24,2

27,4

1,0

1,3

12,2

17,4

7.309,8

6.442,6

11.951,9

10.148,0

Provisão para contingências

Total do Passivo Não Circulante

-

PATRIMÔNIO LÍQUIDO Capital social

3.773,2

1.441,7

3.773,2

1.441,7

Reservas de capital

94,0

90,7

94,0

90,7

Ágio em transações do capital

(5,3)

(5,3)

(5,3)

(5,3)

Reservas de lucros

487,5

487,5

487,5

487,5

Ações em tesouraria

(44,5)

(44,5)

(44,5)

(44,5)

23,4

20,4

23,4

20,4

(70,2)

-

(70,2)

Ajuste de avaliação patrimonial Lucro/Prejuízo do Período Participação de acionistas não controladores Total do Patrimônio Líquido TOTAL DO PASSIVO E DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO

-

-

-

1.518,4

1.164,7

4.258,1

1.990,5

5.776,5

3.155,2

15.693,8

12.769,5

24.407,3

20.776,0

As notas explicativas são parte integrante das demonstrações contábeis.

16 / 20

ANEXO III – FLUXOS DE CAIXA Lojas Americanas S.A. DEMONSTRAÇÃO DOS FLUXOS DE CAIXA - MÉTODO INDIRETO (Em Milhões de Reais)

Lucro Líquido (prejuízo) do Semestre

Controladora 30/06/2017 30/06/2016

Consolidado 30/06/2017 30/06/2016

(70,2)

26,6

(179,5)

(79,3)

201,9

163,8

375,3

305,7

21,2

6,6

21,4

171,0

117,7

Imposto de renda e contribuição social correntes

-

42,5

16,2

67,3

Imposto de renda e contribuição social diferidos

17,6

8,2

(141,5)

(125,7)

Ajustes ao Lucro Líquido (prejuízo): Depreciação e amortização Valor residual do ativo imobilizado baixado Participações em controladas

0,7

Juros e variações sobre financimentos

480,0

452,9

Constituição de provisão para contingências

-

-

11,7

Reversão de provisão para contingências

(5,8)

-

(13,8)

-

Pagamento baseado em ações

14,1

9,2

22,6

12,4

Provisão para créditos de liquidação duvidosa - cartões de crédito

(1,2)

(1,3)

(0,8)

(9,7)

(19,6)

(5,5)

(7,3)

(5,2)

(1,9)

(2,6)

(23,8)

Outros Lucro Líquido (Prejuízo) Ajustado

2,7

7,0 -

Juros sobre demais créditos e débitos

Provisão para perdas nos estoques

(6,2)

-

822,7

(5,3) 795,6 5,5

(5,3)

807,8

811,9

905,9

963,0

Contas a receber de clientes

431,0

230,8

796,4

499,6

Estoques

426,2

(71,0)

800,1

(84,9)

Impostos a recuperar

31,4

(96,6)

67,1

(314,6)

Despesas antecipadas

(1,5)

(4,0)

41,2

42,9

2,7

(6,1)

(6,0)

(4,8)

(242,7)

(76,5)

(414,9)

(138,7)

647,1

(23,4)

Redução (Aumento) nos Ativos Operacionais:

Depósitos judiciais Demais contas a receber

1.283,9

(0,5)

Aumento (Redução) nos Passivos Operacionais: Fornecedores

(1.141,5)

(1.071,0)

(2.390,2)

5,7

(2,0)

Impostos, taxas e contribuições

(70,2)

(52,3)

(120,6)

(83,0)

(116,9)

(78,1)

(123,0)

(92,6)

(29,3)

(24,0)

(29,3)

(24,0)

Operações com partes relacionadas

(124,9)

(14,0)

-

-

Liquidação de juros sobre empréstimos e debêntures

(371,3)

(399,3)

(624,9)

(641,1)

Imposto de renda e contribuição social correntes Pagamento de contingências

Demais contas a pagar

Caixa Líquido Aplicado nas Atividades Operacionais

3,7

(1.743,0)

Salários e encargos trabalhistas

(5,9)

(132,6)

(79,3)

(259,0)

(216,9)

(1.981,0)

(1.720,0)

(3.543,3)

(2.806,5)

(526,1)

(931,5)

(1.353,5)

(1.844,0)

(1.946,2)

1.883,8

Fluxo de caixa das atividades de investimentos Títulos e valores mobiliários

(1.513,5)

1.082,2

Investimentos em controladas

(752,2)

(457,7)

-

-

Imobilizado

(342,9)

(183,7)

(345,2)

(201,4)

Intangível

(57,0)

(41,0)

(215,9)

(258,5)

Dividendos recebidos

4,7

9,4

-

-

Redução de capital de controlada direta

-

300,0

-

Caixa líquido gerado (aplicado) nas atividades de investimentos

(2.660,9)

709,2

(2.507,3)

2.634,4

1.423,9

Fluxo de caixa das atividades de financiamento Empréstimos e financiamentos (circulante e não circulante): Captações Pagamento de principal

906,0

447,4

(333,4)

(367,2)

572,6

80,2

2.320,6

112,1

-

1.500,0

-

(313,8)

501,2 (389,1)

Debêntures (circulante e não circulante): Captações Pagamento de principal

1.500,0 1.500,0

Contas a receber plano de ações Aumento de capital

-

1.500,0

-

0,1

1,4

0,1

1,4

2.312,2

14,4

2.312,2

14,4

Recursos aporte não controladores

-

-

457,8

93,2

Dividendos e participações pagos

(102,2)

(101,9)

(102,2)

(101,9)

-

(14,0)

-

(14,0)

Recompra de ações de própria emissão Caixa líquido gerado (aplicado) nas atividades de financiamento

4.282,7

(19,9)

6.488,5

105,2

Aumento (redução) de caixa e equivalente de caixa

1.095,7

(242,2)

2.627,7

(314,9)

Caixa e equivalente de caixa no início do semestre Caixa e equivalente de caixa no final do semestre

293,2 1.388,9

991,4 749,2

523,4 3.151,1

Aumento (redução) de caixa e equivalente de caixa

1.095,7

(242,2)

2.627,7

1.326,1 1.011,2 (314,9)

As notas explicativas são parte integrante das demonstrações contábeis.

17 / 20

ANEXO IV – EFEITOS DA CONSOLIDAÇÃO DAS TRANSPORTADORAS DA B2W DIGITAL A Click-Rodo e a Direct (subsidiárias da B2W Digital) prestam serviços de distribuição de mercadorias para a B2W, gerando um efeito de eliminação na receita bruta e nas despesas com vendas, gerais e administrativas (despesa de distribuição) consolidadas, conforme norma contábil vigente. O lucro bruto consolidado é reduzido na proporção do efeito positivo observado nas despesas com vendas, gerais e administrativas, mas sem efeito no EBITDA Ajustado e na Margem EBITDA Ajustada. Segue abaixo o resultado consolidado ajustado de Lojas Americanas, sem os referidos efeitos no resultado de B2W Digital e por consequência no resultado consolidado de Lojas Americanas: Lojas Americanas S.A. Demonstração do Resultado

Consolidado Trimestres findo em 30 de Junho

(em milhões de reais)

2T17

2T16

Gross M erchandise Volume (GMV)

5.551,1

5.021,7

Receita Bruta de Vendas e Serviços

4.819,5

4.671,5

Impostos sobre vendas e serviços Receita Líquida de Vendas e Serviços Custo das mercadorias vendidas e serviços prestados Lucro Bruto Margem Bruta (% RL)

(718,6)

(728,6)

Consolidado Períodos findo em 30 de Junho

Variação

1S17

1S16

Variação

10,5%

10.481,9

10.059,3

4,2%

3,2%

9.058,8

9.400,2

-3,6%

-1,4%

(1.387,4)

(1.524,1)

-9,0%

4.100,9

3.942,9

4,0%

7.671,4

7.876,1

-2,6%

(2.765,0)

(2.645,9)

4,5%

(5.236,3)

(5.407,8)

-3,2%

1.335,9

1.297,0

3,0%

2.435,1

2.468,3

-1,3%

32,6%

32,9%

-0,3 p.p.

31,7%

31,3%

+0,4 p.p.

Receitas (Despesas) Operacionais

(856,6)

(837,5)

2,3%

(1.686,4)

(1.648,6)

2,3%

Com vendas

(622,2)

(649,2)

-4,2%

(1.230,1)

(1.267,9)

-3,0%

(40,6)

(37,0)

9,7%

(82,4)

(80,3)

2,6%

(193,8)

(151,3)

28,1%

(373,9)

(300,4)

24,5%

479,3

459,5

4,3%

748,7

819,7

-8,7%

(430,0)

(438,3)

-1,9%

(1.024,4)

(916,4)

11,8%

(16,0)

(25,1)

-36,3%

(29,1)

(41,1)

-29,2%

42,4

47,0

-9,8%

109,3

105,9

3,2%

(13,0)

7,5

-

125,3

58,5

114,2%

Resultado Líquido

62,7

50,6

23,9%

(70,2)

26,6

-

Margem Liquida (% RL)

1,5%

1,3%

+0,2 p.p.

-0,9%

0,3%

Gerais e administrativas Depreciação e amortização Resultado Operacional antes do Resultado Financeiro Resultado Financeiro Líquido Outras receitas (despesas) operacionais* Participação minoritária Imposto de renda e contribuição social

EBITDA Ajustado

673,1

610,8

Margem EBITDA Ajustada (% RL)

16,4%

15,5%

10,2% +0,9 p.p.

1.122,6 14,6%

1.120,1 14,2%

-1,2 p.p. 0,2% +0,4 p.p.

* Na antiga norma contábil, chamado de "resultado não operacional".

EBITDA Ajustado (LAJIDA) – Lucro operacional antes de juros, impostos, depreciação e amortização, outras receitas/despesas operacionais, equivalência patrimonial e participação minoritária.

18 / 20

ANEXO V – EVOLUÇÃO DO NÚMERO DE LOJAS

Evolução do núm ero de lojas, associados e área de vendas - Lojas Am ericanas

Período 30/06/2016 Abertas Transferidas/Desativadas 30/09/2016 Abertas Transferidas/Desativadas 30/12/2016 Abertas Transferidas/Desativadas 31/03/2017

Número de Lojas

Área de Vendas

Número de Associados

1.054

940 mil m²

19.822

948 mil m²

20.234

980 mil m²

21.166

981 mil m²

20.898

987 mil m²

20.704

11 -2 1.063 67 -3 1.127 7 -2 1.132

Abertas

16

Transferidas/Desativadas

-3

30/06/2017

1.145

19 / 20

TELECONFERÊNCIA DOS RESULTADOS

DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS 2T17 e 1S17

EBITDA (CVM 527/12) – Resultado líquido do período, acrescido dos tributos sobre o lucro, das despesas financeiras líquidas das receitas financeiras e das depreciações, amortizações e exaustões. O EBITDA Ajustado (LAJIDA) – Lucro operacional antes de juros, impostos, depreciação e amortização, outras receitas/despesas operacionais, equivalência patrimonial e participação minoritária – é apresentado como informação adicional porque acreditamos se tratar de um indicador importante de nosso desempenho operacional e como forma de manter a comparabilidade com os resultados anteriormente divulgados. Considerações referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas de crescimento da Lojas Americanas, eventualmente expressas neste relatório, se constituem apenas em projeções e, como tal, baseiam-se exclusivamente nas expectativas da administração da Lojas Americanas em relação ao futuro do negócio e seu contínuo acesso a capitais para financiar o plano de negócios da Companhia. Tais considerações dependem, substancialmente, de mudanças nas condições de mercado, regras governamentais, pressões da concorrência, do desempenho do setor e da economia brasileira, entre outros fatores e estão, portanto, sujeitas a mudanças sem aviso prévio. Logomarca MSCI: O uso de marcas registradas e índices da Morgan Stanley Capital International Inc. (“MSCI”) não constituem patrocínio, endosso ou promoção por parte da MSCI, de suas filiadas, de seus fornecedores de informação ou de outros terceiros envolvidos ou relacionados em compilar, computar ou criar qualquer índice da MSCI. Os índices MSCI são marcas registradas da MSCI, ou de suas filiadas, e Lojas Americanas S.A. teve concedida licença para uso dessas marcas para determinados fins.

20 / 20